continue

A ILGA-Europe é a associação de defesa dos direitos das pessoas LGBTI com maior proeminência na Europa.

Conta com mais de 500 organizações associadas e tem estrategicamente sede em Bruxelas, bem no centro da tomada de decisão ao nível da União Europeia.

No início de 2021, lançou um call para a criação do novo website. Entre dezenas de candidaturas, a SOLOS ganhou o projeto.

Já com a conceção do website em andamento, a ILGA-Europe decidiu que se justificava um trabalho de marca mais alargado e abriu novo concurso. A SOLOS foi, novamente, a selecionada. Duas linhas orientadoras muito claras regeram o nosso trabalho nesta marca: o posicionamento LGBTI e o peso institucional da estrutura.

Para conseguirmos o melhor resultado final possível, apostámos num trabalho inicial de pesquisa e de dados sólido.

Uma ampla análise estatística e qualitativa, que incluiu um questionário interno para feedback sobre necessidades sentidas por parte da equipa e membros internacionais da organização, a par de benchmarks selecionados, resultou num relatório essencial que lançou as bases para a criação do conceito de navegação e da arquitetura de informação do futuro website.

Um dos maiores desafios encontrados pela SOLOS foram as diferenças entre os principais públicos a aceder ao website: um era exploratório e procurava informação mais genérica, o outro pesquisava informação muito específica, como legislação e documentos.

Para dar resposta a ambos, desenvolvemos uma arquitetura apoiada num sistema de pesquisa avançado e num sistema de hierarquia de informação cuidadosamente definido entre tipos de conteúdos, temas e macro secções.

O trabalho de universo visual que desenvolvemos ao nível do website acabou por se estender e redefinir a imagem da marca propriamente dita e do seu merchandising. Tendo como base as cores do arco-íris da bandeira LGBTI, a solução para o website assumiu uma paleta de cores e gradientes fluída, mas contida para corresponder ao carácter institucional, com uma tipografia focada no preto e branco e a cor a ganhar lugar em momentos, tipos de conteúdos e animações específicas e pontuais – uma conjugação de elementos que acabou por criar uma identidade de marca até então inexistente.